Colégio Martha Falcão marca novo ciclo na educação com instalações modernas e ações sustentáveis

Com o fechamento de uma cápsula  do tempo que só  será  aberta dentro de dez anos, o Colégio Martha Falcão simbolizou mais um passo decisivo, como escola do futuro, ao inaugurar sua nova sede neste sábado (26), em evento para 500 convidados, que participaram do corte da fita inaugural e do descerramento da placa, festejado por fogos de artifícios e muita emoção.

Alunos da escola, que faz parte das Instituições Nelly Falcão de Souza (INFS), foram convidados  a depositar diversas manifestações  artísticas de como acreditam que será a educação e a escola  do futuro.

“Daqui a 10 anos, as crianças estarão entrando em uma fase voltada muito mais para o lado prático da vida, e olhar o que fizeram quando tinham por volta dos 8, 10 anos de idade, talvez seja algo essencial para eles, no sentido de dizer:.. ‘a nossa capacidade de imaginar, sonhar, não deve ser deixada para trás’”, disse o professor e artista visual Nelson Falcão, responsável pela idéia e design do objeto.

A cápsula  foi apenas um dos momentos marcantes da solenidade, que reuniu alunos, famílias, colaboradores, autoridades e demais convidados ávidos por conhecer as novas instalações, em uma ampla área de 9.000 metros quadrados da rua Salvador, 455, em Adrianópolis.

Memorial homenageia patrona Martha Falcão

Durante o evento, que contou com a benção do Padre Mário Missiato, foi tambem aberto ao público o Memorial Martha Falcão, em homenagem àquela que foi uma das maiores referências na educação no Estado do Amazonas. O museu conta a trajetória da patrona como educadora, cientista e verdadeira ambientalista e nele estão objetos que ela usava em suas aulas e pesquisas.

Painel mistura cultura, belezas naturais e mitologia amazônica

Em outro momento, os convidados puderam ver em primeira mão um painel criado com exclusividade pelo artista, ocupando a parede lateral do novo auditório da escola, que tem capacidade para 200 pessoas.

Definida por Nelson Falcão como uma abstração que apresenta ícones da cultura, das belezas naturais e da mitologia amazônica, a peça traz a representação da cúpula do Teatro Amazonas ao lado do encontro das águas dos rios Negro e Solimões e ainda a canoa, modo de transporte que traduz a própria cultura do caboclo .

“Temos ainda a cobra grande, um símbolo do imaginário mítico amazônico, que também pode ser Iepá, divindade para os indígenas, explica Nelson, destacando outra figura que também está representada no desenho, a vitória-régia. E, abraçando todo o contexto está o símbolo do falcão, que deu nome às educadoras, Martha e Nelly, mãe e filha, que abraça com suas asas todas as relíquias amazônicas, como se fosse seu guardião.

A partir da concepção da arte do painel, foi gerada toda a identificação visual das salas e dos ambientes. Tudo dialoga.

Legado socioambiental

Contagiada pela emoção, a diretora e gestora do grupo, Nelly Falcão de Souza, assistiu à participação de 30 alunos, que soltaram balões representando, cada um, os 30 anos de fundação do colégio, completados em 2016.

“Aqui estamos para inaugurar  um novo ciclo. Esse momento marca  a renovação de nosso compromisso com as novas gerações de alunos, dentro de uma proposta de educação humana, voltada não só para o conteúdo, mas para a formação integral. A escola passa a ser um presente para a cidade de Manaus e para a educação do estado do Amazonas”, disse Nelly.
Foi por influência de sua mãe, que Nelly Falcão apaixonou-se pela arte de educar e criou instituições hoje consolidadas e referências de qualidade no ensino local: o Centro Educacional Pinocchio, em 1980; o Colégio Martha Falcão, em 1986; e a faculdade que hoje leva a marca Devry Martha Falcão, em 2000.

“Sei que, para quem não acredita, o tempo em que vivemos, o momento que o país atravessa, podem não ser propícios para empreender um negócio desse porte, mas se podemos sonhar, também somos capazes de realizar”, destacou a educadora.

“Ano de mudança, novo ciclo e renascimento

O dia 12 de maio de 2016 marca o aniversário de 30 anos de fundação do Colégio Martha Falcão. Em 8 de setembro desse mesmo ano, o grupo perde a sua patrona, Martha Falcão, aos 87 anos. Ela, que inspirou a escola do futuro, capaz de transformar alunos em seres humanos realizados e integrais, agora torna-se um ideal de vida e valores. Fechando o ciclo, e por que não dizer, abrindo uma nova etapa que simboliza o renascimento, a escola muda de endereço, no dia 26 de novembro, para uma sede ampliada, com a missão de oferecer variadas oportunidades para os atuais e novos alunos, uma perspectiva histórica de poder selar ainda mais sua marca na educação.

Escola sustentável, cursos técnicos e diploma internacional

A nova sede do Colégio Martha Falcão foi visitada pelos convidados e algumas novidades foram anunciadas. Tendo no seu histórico o cuidado com a conservação do meio ambiente, a instituição reforçará ainda mais o conceito de Escola Sustentável, visando criar, entre seus colaboradores e alunos, uma cultura de sustentabilidade a partir da prática de hábitos e comportamentos, extensivos às famílias e à comunidade. Dentre as iniciativas, haverá o uso de luminárias de LED, tratamento acústico e térmico nas salas de aula, reuso de águas pluviais para instalações sanitárias e irrigação de jardim, além de uma moderna Estação de Tratamento de Esgotos (ETE).E mais os novos projetos pedagógicos para 2017 , entre outros a implantação de um programa internacional, e de cursos técnicos profissionalizantes na área de informática e várias inovações na área tecnológica.

share